A prova de dano moral é dispensável em caso de violência contra mulher. Foi esse o entendimento da 3ª Seção do STJ recentemente.

Se ocorrido em contexto doméstico e familiar, a violência doméstica, é possível fixar valor de indenização por dano moral quando constar de forma expressa na acusação, ainda que sem especificação do valor. A indenização pode ser fixada pelo juízo criminal e não depende de instrução probatória específica sobre a ocorrência do dano moral, pois se trata de dano presumido.  

Fonte: Superior Tribunal de Justiça.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s